Como utilizar a reflexão para revelar o seu verdadeiro eu

Ao longo de 2021, vamos ajudá-lo(a) a unificar corpo, mente e alma para que possa transformar a sua vida de uma forma significativa; este mês, analisamos como pode usar a reflexão para encontrar o seu verdadeiro eu. 

 

Quem é, realmente?

 

Vamos mostrar-lhe como pode refletir sobre o passado de uma forma útil e com significado, para que, a partir daí, possa construir um futuro feliz e de sucesso.

 

Quer se apercebam disso ou não, muitas pessoas vivem vidas duplas. Deixamos que o mundo exterior veja uma versão de nós com base no que pensamos que devíamos ser, em vez de no que somos realmente. Mas isso, com frequência, leva a sentimentos de tristeza, inadequação e frustração. Quando se trata de transformar a nossa vida, é importante sabermos quem somos intrinsecamente, as coisas que mexem connosco, o que é importante para nós. Quando sabemos quem somos a um nível mais autêntico, podemos viver uma vida mais feliz e fazer mudanças duradouras com facilidade.

 

A reflexão é uma ferramenta poderosa e está provado que tem efeitos positivos. Em 2014, alguns alunos da Harvard Business School descobriram que os funcionários de um call center que refletiam acerca do que aprendiam num curso de 15 minutos tinham um desempenho 23% melhor do que os seus colegas que não tinham tido tempo para refletir.

 

Aqui ficam 5 exercícios de reflexão que pode experimentar nas próximas semanas e que vão revelar o seu verdadeiro eu, para que possa desbloquear o seu potencial em 2021.

 

Vai precisar de:

Caderno
Caneta

 

Faça um diário de reflexão

Durante 10 dias, escreva um diário. No fim de cada dia, aponte todas as coisas que lhe deram energia e as que fizeram com se sentisse exausto(a). Resumidamente, o que lhe proporcionou alegria e o que a retirou?

 

Ao fim dos 10 dias, vai poder ver algumas tendências. Talvez seja que está a perder muita energia com os seus amigos, que sempre acorrem a si com problemas ou apenas quando precisam de alguma coisa. Pelo lado positivo, talvez o seu passeio matinal lhe dê energia, preparando-o(a) para enfrentar o dia. Aponte esses padrões, pois eles podem ajudá-lo(a) a identificar como quer que a sua vida seja, com base no que sente ao nível da energia.

 

 

Conheça-se a si mesmo(a)

Pense na sua infância, antes de chegar à adolescência. Quais eram as disciplinas escolares que lhe proporcionavam alegria? O que gostava de fazer no seu tempo livre? Muitas vezes, compreendemos melhor o nosso verdadeiro eu quando somos pequenos, antes de o mundo exterior e o nosso ego nos encherem de expectativas.

 

Aponte essas coisas no seu diário de reflexão.

 

Agora, pense no que gostaria que dissessem sobre si no seu funeral. O que gostaria de ter conseguido? Como quer ser recordado(a)? Aponte no diário.

 

Pergunte a outras pessoas o que veem

Fale com os amigos e familiares em quem realmente confia. Pergunte-lhes o que pensam que faz de si único(a). Talvez se surpreenda com o que veem em si, ou talvez confirme o que já pensava.

 

Aponte tudo o que disserem no diário, mesmo que não concorde, e sente-se a analisá-lo. Para viver de forma autêntica, tem de ver, assumir e estar orgulhoso(a) das magníficas qualidades e valores que fazem de si quem é.

 

Faça uma lista dos seus valores fundamentais

Dedique pelo menos 20 minutos a pensar acerca de quais são os seus princípios, quais são as coisas mais importantes para si. Os seus valores fundamentais. É honesto(a)? Tolerante? Dá importância ao estatuto, ao dinheiro? Faça uma lista sem se julgar, ninguém tem de a ver, mas vai ajudá-lo(a) a traçar um caminho para uma vida mais autêntica.

 

Sabemos que são muitas coisas para escrever, mas apontar tudo no seu diário de reflexão vai ajudá-lo(a) a fazer um retrato de quem realmente é.

 

Ao fazer a lista dos seus valores, há algum que seja importante para si e que sinta vergonha por isso? Pergunte-se porquê e dedique tempo para refletir sobre isso semanalmente. O que nos leva a...

 

Agende reuniões de reflexão semanais

Quer seja no fim de um dia de trabalho ou num domingo, agende 45 minutos para se sentar consigo e refletir sobre a semana.

 

Pergunte-se:

Conseguiu fazer mais coisas que lhe dão energia?

Tentou honrar a criança que há em si em algumas das coisas que fez?

Alguma das coisas que fez teria feito com que os seus familiares e amigos se sentissem orgulhosos de si?

Como se apoiou nos seus valores fundamentais?

 

O objetivo destas reuniões de reflexão é, ao longo do tempo, chegar a conhecer o seu verdadeiro eu e ser capaz de deixar que o mundo veja quem é realmente.