O segredo mais importante para uma vida com sucesso

Muitas pessoas esforçam-se por ter sucesso, acreditando que quando tiverem, serão felizes. Quando, na verdade, uma e outra vez, a ciência provou que primeiro temos de ser felizes para termos realmente sucesso. Na verdade, o tipo de sucesso que queremos atingir também é importante. O sucesso visível não deve ser o único objetivo, porque por si só, não lhe vai trazer felicidade. Se só quer ter sucesso para ter dinheiro e fama, então é provável que nunca sinta uma realização plena. Por outro lado, se pode basear a sua vida naquilo de gosta, fazendo as coisas que fazem com que salte de alegria, nesse caso não estará numa busca interminável da felicidade através de coisas materiais e da aprovação de terceiros. Quando identificamos aquilo de que verdadeiramente gostamos, é fácil focarmo-nos, comprometermo-nos e esforçarmo-nos ao máximo, dando tudo o que temos.

 

Como disse Walt Disney, “Se podemos sonhar algo, podemos fazê-lo”. E quem não quer viver os seus sonhos? A felicidade e o sucesso caminham lado a lado, quando os objetivos que tentamos atingir têm significado e, nesse caso, o sucesso é por vezes um subproduto, um bónus, por dizer de alguma forma!

 

*Por favor selecione o idioma para as legendas nas definições do vídeo do YouTube.

 

O ditado “faz o que gostas e não terás de trabalhar um único dia na tua vida” parece ser verdade. No vídeo abaixo, o CEO e fundador da Rituals, Raymond Cloosterman, diz “toda a gente tem um conjunto de talentos e… Se dermos o máximo de nós, então o sucesso é um resultado”. Em 2018, investigadores de Stanford levaram a cabo um estudo e descobriram que as crianças, na escola, não gostam apenas das disciplinas em que são boas, mas que quando se sentem bem relativamente ao que estão a aprender, a atividade numa zona do cérebro chamada o hipocampo (responsável pela memória e pela aprendizagem) aumenta, pelo que são melhores em determinadas disciplinas porque o seu cérebro está a funcionar melhor. Na verdade, uma análise abrangente de muitos estudos sobre felicidade e sucesso concluiu que “a felicidade precede resultados importantes e indicadores de prosperidade, incluindo trabalho produtivo e gratificante, relações satisfatórias, saúde física e mental melhorada e longevidade”.

 

E ainda assim, a saúde mental é um dos principais motivos pelos quais as pessoas metem atestado médico no trabalho, com 70 milhões de dias de trabalho perdidos por ano, o que custa aos empregadores cerca de 2,4 mil milhões de libras. O segredo para um equilíbrio mais feliz entre trabalho e vida pessoal é perseguirmos as nossas paixões ou, pelo menos, esforçarmo-nos por encontrar o significado do que fazemos diariamente.

 

Hoje, a Rituals é uma empresa com muito sucesso, mas isso demorou a acontecer. “Nos primeiros 10 anos [não tivemos] qualquer benefício e depois disso, finalmente vimos que as coisas avançavam e tivemos sucesso. Nesses primeiros anos, éramos tão felizes como somos agora”, conta Raymond a Mo. “Nessa altura, o importante era o companheirismo, a aventura e as pequenas vitórias cada dia… essas coisas em que acreditávamos agora estão a dar os seus frutos. As pessoas estão a aderir à nossa filosofia e a partilhá-la com os amigos. É gratificante termos um sonho e ver que as pessoas se unem a nós”.

 

Está claro que para Raymond, criar uma marca que ajuda as pessoas a celebrar os pequenos momentos da vida, momentos de felicidade, foi o que fez com que ele e a empresa se mantivessem no caminho para o sucesso. “Sentir que estamos a viver a nossa paixão e a ajudar as pessoas [é importante]. O dinheiro não traz felicidade, pelo menos não a mim”, afirma Raymond. “Os amigos fazem-me feliz e poder fazer coisas de que gosto ou coisas que são importantes, é assim que encontro a felicidade. Nesse sentido, não sou mais feliz agora do que era nos primeiros tempos da universidade, quando não tinha nada, mas tinha os meus amigos e os meus pequenos momentos de felicidade”.

 

Se queremos conquistar o nosso sucesso, é melhor baseá-lo nas nossas paixões. Mais além do dinheiro, pergunte-se que conquistas fariam com que sentisse que é verdadeiramente bem-sucedido(a), que tem êxito na vida. Escreva esses sonhos. É criar arte de que as pessoas possam desfrutar? Partilhar a sua história para ajudar os demais? Sejam quais forem os seus sonhos de sucesso, escreva-os numa lista. Como transformar os sonhos em objetivos? Pense como pode estabelecer um caminho, um plano de ação para tornar esses sonhos de sucesso verdadeiro e com significado numa realidade.

 

 

Quer chegar à felicidade para poder atingir o seu pleno potencial? Mo Gawdat, ex-diretor de negócio da Google [X] e autor de Solve for Happy, e a Rituals têm uma missão comum de fazer #1MillionHappy. Junte-se a nós numa viagem interativa de 14 dias que vai transformar a sua vida e ajudar a que encontre a felicidade verdadeira e duradoura. Inscreva-se no Happiness Challenge aqui.