Senbazuru: Como 1000 tsurus em origami podem deixar a felicidade se desdobrar

Os japoneses acreditam que fazer 1000 tsurus de origami traz boa sorte. Hoje em dia, esta prática japonesa espalhou-se pelo mundo, como símbolo de fé, esperança e paz.

 

Segundo a antiga crença japonesa, fazer 1000 tsurus de origami pode trazer sorte. Nas lendas, os grous vivem mil anos, pelo que cada tsuru de origami representa um ano da vida desta ave imponente. Ao terminar os 1000 tsurus de origami, o grou sagrado concede o seu desejo. Senbazuru, 1000 tsurus de origami pendurados em fios, são muitas vezes feitos por grupos de pessoas que unem forças para conseguir levar a cabo esta proeza. Normalmente faz-se para apoiar uma boa causa ou para uma ocasião especial, como um casamento. Esta última situação é muito popular entre a comunidade nipo-americana, que atribui diferentes significados às cores: vermelho é amor, branco é pureza, dourado é riqueza, verde é saúde, amarelo é criatividade, azul é lealdade e roxo é espiritualidade.

 

Um ato de fé

A tradição espalhou-se pelo mundo graças a Sadako Sasaki, que tinha apenas 2 anos quando a bomba atómica foi lançada em Hiroshima. Desenvolveu leucemia e, inspirada pela história do senbazuru, começou a fazer tsurus; primeiro, pela sua saúde e depois, quando se apercebeu de que não sobreviveria, pela paz no mundo. Fez 644 e a sua família e os amigos da escola, em sua homenagem, completaram os 1000.Outro legado de Sadako é o Monumento das Crianças à Paz, no Parque Memorial da Paz, em Hiroshima, que em parte é um memorial dedicado a Sadako. Todos os anos são enviados cerca de 10 milhões de tsurus de origami para o monumento, vindos de todo o mundo, prova de como a mensagem de paz de Sadako chegou longe e de como uma pessoa pode fazer a diferença.

 

DESFRUTE DE UM MOMENTO DE MEDITAÇÃO A FAZER ORIGAMI E DEMONSTRE A ALGUÉM ESPECIAL QUE SE PREOCUPA

A beleza do origami é que não é apenas um trabalho manual; afinal, está a fazer algo pessoal que pode oferecer a alguém especial. E não só pode partilhar a oferta física do origami, como também pode aproveitar o processo de criação para pensar nessa pessoa especial.