A Green School de Bali: o que todos podemos aprender deste lugar inspirador

No meio dos campos de arroz da ilha mágica de Bali, perto de Ubud, uma localidade de artistas, encontra-se a Green School. Esta escola primária internacional, nas margens do Rio Ayung, é totalmente feita de bambu e é um exemplo de sustentabilidade. A pequena escola privada não só é bonita, com também oferece aos seus cerca de 400 alunos muito mais do que um currículo convencional, através de vários projetos de sustentabilidade e um método holístico de aprendizagem.

 

Se viajar a Bali, reservar uma visita à The Green School é uma boa ideia, porque esta ecoescola é uma magnífica iniciativa e um ótimo exemplo para o resto do mundo. Foi fundada em 2006, pelos ex-designers de joias John e Cynthia Hardy. Depois de as suas filhas terem sido educadas em casa, durante anos, decidiram criar uma escola a sério para as crianças. Ver o documentário de Al Gore, Uma Verdade Inconveniente, mudou a vida do casal e deu-lhes o impulso de que necessitavam para montar a sua própria escola.

 

A Green School abriu as suas portas em 2008, com uma maravilhosa ponte de bambu, de 22 metros, sobre o Rio Ayung. As matrículas começaram por 90 alunos, que rapidamente se tornaram um exemplo para muitos outros. O casal dedicou-se a escolarizar as crianças a um nível muito mais elevado do que as escolas primárias convencionais.

 

Consciência na escola

Para além do básico, as crianças também aprendem consciência espiritual e são ensinadas a confiar na sua intuição, para que sejam cientes do sem-fim de possibilidades que a vida tem para oferecer. Aprendem que os seus pensamentos, ações e decisões têm muita influência e a organização da escola é o mais sustentável possível. Isto ensina as crianças a incluir a consciência ambiental nas suas vidas.

 

Esta escola é um magnífico exemplo de uma tendência social mais lata que também encontramos noutras partes do mundo. Cada vez mais escolas primárias e secundárias ensinam a arte da consciência aos alunos e aos professores. E parece que esta prática já tem resultados positivos. Os professores estão mais relaxados a dar as aulas e os alunos resolvem os problemas da escola mais rápido e dormem melhor.

 

Photo Courtesy of Green School Bali

 

Escola feliz

Na Índia, perto de Chennai, está a ser construída uma grande “escola feliz”, cuja abertura está prevista para 2020. Este colégio interno, chamado Riverbend, promete valorizar mais a felicidade dos alunos do que as suas notas. Isto começa pelo próprio design da escola, com formas redondas e muitos mais pequenos espaços do que os que apresentam as escolas convencionais. Além disso, há espaços para aulas que não são dadas noutras escolas, como um espaço para meditação e uma sala para aulas de cozinha. As crianças poderão escolher por elas o que querem aprender; esta é uma tendência positiva que começa a dar os primeiros passos e que esperamos que se desenvolva nos próximos anos.