4 mulheres inspiradoras falam de como tornar uma casa acolhedora

À medida que as noites se tornam mais longas e que o tempo começa a mudar, é inevitável que passemos mais tempo em casa. Mas e se a sua casa não parece realmente um lar? Pedimos a 4 mulheres inspiradoras que têm casas magníficas e únicas, mas que não são especialistas em decoração de interiores, para partilharem as suas dicas e provarem que, mesmo sem experiência, pode tornar a sua casa muito mais acolhedora.

 

Fizemos a cada uma as mesmas 7 perguntas e aqui estão as respostas…

 

 

ESTÉE LALONDE

Influencer e apresentadora do podcast You’re on the line

 

Primeiro, tem alguma dica para transformar uma casa num lar?

 

“Cada pessoa tem uma ideia diferente do que a faz sentir-se confortável, portanto acho que se deve ter isso em conta. Eu, pessoalmente, adoro ter objetos sentimentais à minha volta que me fazem lembrar da família e dos amigos. Para além disso, acho que as plantas podem fazer com que um espaço ganhe vida! Quantas mais, melhor, na minha opinião. As mantas e as colchas também são elementos fantásticos para que nos sintamos confortáveis no nosso espaço.”

 

Onde encontra inspiração para decorar a sua casa?

 

“O Instagram é magnífico para encontrar inspiração. Presto sempre atenção ao pano de fundo das fotografias das pessoas. Tento seguir a minha intuição quando se trata de decorar a minha casa, porque afinal sou eu que lá vivo!”

 

Como transforma uma ideia na sua cabeça em realidade?

 

“Redecorar pode ser um desafio. Acabo de fazer uma renovação no meu apartamento que demorou meses! Acho que a melhor forma é fazer um plano e segui-lo passo a passo. Adoro fazer mood boards e passar muito tempo a pensar nos detalhes.”

 

Quais são os seus sítios favoritos para fazer compras de decoração únicas?

 

“Adoro ir a feiras da ladra e a exposições de mobiliário! É sempre gratificante encontrar algo no meio de milhares de coisas. Tenho alguns objetos vintage muito bonitos no meu apartamento e para mim, são como pequenos tesouros.”

 

É influenciada por coisas como o Feng Shui?

 

“Não especialmente, mas sem dúvida penso no meu espaço de um ponto de vista da energia. Gosto de sentir que as coisas estão no sítio certo. Mudo muito os móveis de sítio, só para ter a certeza de que estão no melhor sítio para mim e para os meus momentos de entretenimento.”

 

Tem alguma dica de organização infalível?

 

“Gosto muito de usar organizadores de gavetas! Não há nada pior do que remexer uma gaveta durante 10 minutos até me aperceber de que o que procurava está mesmo no fundo! É tão frustrante! Não é algo que demore a fazer e quando tudo está organizado, é fácil mantê-lo assim.”

 

Algo que as pessoas devam saber para que a sua casa fique o mais bonita possível?

 

“A Marie Kondo tem muita razão quando diz que só devemos guardar coisas que nos tragam alegria. Tento não ter no meu espaço coisas de que não preciso ou que não me dizem nada. Isso aplica-se a roupa, canecas (a minha perdição) e tudo o resto!”

 

Siga a Estée no Instagram @esteelalonde 

 

 

SOPHIE BERESINER

Colunista premiada, escritora e diretora de beleza e estilismo em BURO

 

Primeiro, tem alguma dica para transformar uma casa num lar?

 

“Não se deixe influenciar pelo que está na moda ou pelo que impressiona as suas visitas; concentre-se no que realmente gosta. É você que vai viver nesse espaço, não os seus amigos.”

 

Onde encontra inspiração para decorar a sua casa?

 

“Como é uma das minhas paixões, estou constantemente à procura. Espreito literalmente pela janela das pessoas, se as persianas estiverem abertas! O meu Instagram presta-me atenção, portanto o algoritmo mostra-me sempre publicações de Rockett St George e Green & Mustard. Também tiro fotografias a todos os sítios a que vou, desde a casa de banho do restaurante Vic’s, em Nova Iorque, aos azulejos do hotel e spa Beaverbrook.

 

Como transforma uma ideia na sua cabeça em realidade?

 

“Procuro uma coisa até encontrar a sua versão menos cara e depois faço a minha própria versão. Por exemplo, comprei umas cadeiras no eBay que precisavam de ser restauradas. Queria cadeiras forradas a tricô (estou obcecada com tricô), mas esse tipo de tecidos são caríssimos. Encontrei uma pessoa que faz tricô na África do Sul que, literalmente, fez camisolas de malha para as minhas cadeiras seguindo as medições que fiz, e ADORAVA-AS até ficarem roídas pelas traças.”

 

Quais são os seus sítios favoritos para fazer compras de decoração únicas?

 

“Isto é fácil, porque a maioria das minhas coisas são de lá: TK Maxx. O stock muda constantemente e do que mais gosto é de passear sem pressa pelo departamento de coisas para casa. Também fico muito tempo no corredor de artesanato.”

 

É influenciada por coisas como o Feng Shui?

 

“Claro que não, quem tem tempo para isso?”

 

Tem alguma dica de organização infalível?

 

“Gostava de ser mais organizada. A única coisa que faço é comprar bolsas à prova de traças para guardar as minhas peças de caxemira.”

 

Algo que as pessoas devam saber para que a sua casa fique o mais bonita possível?

 

“Coloque os objetos nas estantes de forma irregular. Não gosto de ter muitos bibelôs, mas acho interessante misturar objetos inusuais. Vou experimentando até ficar contente. Depois a senhora que limpa a minha casa chega e põe tudo perfeitamente alinhado e eu tenho de desordenar tudo outra vez!

 

Se se fartar de olhar para a mesma cor nas paredes ao fim de uns anos, simplesmente mude-a. As pinturas com alguns anos ficam com um aspeto gasto (sobretudo se gostar dos tons mate, como eu), portanto mudar alegra todo o ambiente.”

 

Siga a Sophie no Instagram @sophieberesiner

 

 

KATE SPIERS

Criadora de conteúdos de beleza, estilismo, viagens e decoração de interiores

 

Primeiro, tem alguma dica para transformar uma casa num lar?

 

“Para mim, trata-se de que haja uma confusão organizada! Um lar deve ser um sítio em que há vida, seja na forma de pilhas de livros espalhadas por todo lado (ou uma estante a abarrotar!), de divisões cheias de plantas ou de paredes decoradas com quadros que escolheu. Um lar deve ter personalidade, na minha opinião.

 

Onde encontra inspiração para decorar a sua casa?

 

“Vivemos num apartamento vitoriano e acho que a decoração tem de estar de acordo com a época do edifício e as suas características, o que pode ser um desafio! Normalmente, vejo o Pinterest para ter inspiração de casas com detalhes semelhantes. O Instagram também é fantástico para encontrar contas com um estilo parecido com a minha, portanto estou sempre a ver o meu feed para me inspirar!

 

Como transforma uma ideia na sua cabeça em realidade?

 

“Sou uma pessoa muito visual, portanto normalmente, para me inspirar, preciso de ver uma imagem ou de criar um mood board (ou um álbum no Pinterest) para ver como ficaria uma divisão. Adoro ver as minhas ideias ganharem vida à minha frente, portanto pô-las em imagens funciona bem!”

 

Quais são os seus sítios favoritos para fazer compras de decoração únicas?

 

“Em Amesterdão há lojas de decoração muito bonitas!”

 

É influenciada por coisas como o Feng Shui?

 

“Não propriamente, mas acho que temos de ter em conta a habitabilidade do espaço, por isso digo sempre que devemos habituar-nos a uma divisão antes de começarmos a fazer remodelações. Nunca sabemos o que vamos querer dum espaço (como a cozinha ou a sala) até começarmos a usá-lo. Depois, é mais fácil sabermos aquilo de que sentimos falta ou os elementos que não nos interessam e ter isso em conta na remodelação.”

 

Tem alguma dica de organização infalível?

 

“Certifique-se de que tudo tem um lugar próprio, sobretudo coisas que têm tendência a acumular-se, como cartas, chaves ou roupa para lavar.”

 

Algo que as pessoas devam saber para que a sua casa fique o mais bonita possível?

 

“Torne-a sua! Os detalhes pessoais dão sempre um toque bonito a uma casa. E quando se trata de decorar a casa, não pense demasiado. Escolha algo pessoal (como uma moldura, obras de arte de que gosta, um acessório de decoração que comprou nas suas viagens) e algo pequeno, como uma caixa de fósforos ou uma vela, e depois algo para dar peso, como uma jarra de flores secas. Jogue com esses elementos até encontrar a fórmula certa; pode sempre acrescentar alguns livros para completar.”

 

Siga a Kate no Instagram @kate.lavie

 

 

LISA POTTER-DIXON

Maquilhadora, autora e coapresentadora do podcast Life and Lipstick

 

Primeiro, tem alguma dica para transformar uma casa num lar?

 

“Enchê-la de memórias e não apenas de “coisas”. Cada objeto na minha casa tem uma história.”

 

Onde encontra inspiração para decorar a sua casa?

 

“Como maquilhadora, muita da minha inspiração relativamente às cores vem dos produtos de maquilhagem. As paredes da minha sala estão pintadas no tom peach de blush e o meu corredor na cor de batom dream pink. Também me inspiro muito nas minhas viagens. Mas sobretudo, vem tudo da loucura da minha cabeça!”

 

Como transforma uma ideia na sua cabeça em realidade?

 

“Simplesmente ponho-a em prática. Muitas vezes, a minha visão é difícil de explicar, mas o meu marido confia 100% em que o resultado vai ser bonito e único. Se achar que algo vai ficar fantástico, simplesmente faça-o.”

 

Quais são os seus sítios favoritos para fazer compras de decoração únicas?

 

“O mercado de velharias Sunbury & Sandown, no hipódromo de Kempton Park, Rockett St George e Marraquexe.

 

É influenciada por coisas como o Feng Shui?

 

Não, simplesmente ponho as coisas em sítios que a mim me parecem bem.”

 

Tem alguma dica de organização infalível?

 

“Cabides de veludo! Algo que mudou completamente o meu armário, uma vez que ocupam metade do espaço dos de madeira.”

 

Algo que as pessoas devam saber para que a sua casa fique o mais bonita possível?

 

“Se vê algo de que gosta muito, compre-o. Eu nunca penso “Hum… isto ia ficar bem em tal sítio”, penso sempre “Adoro isto, quando chegar a casa vejo onde o ponho”. E compre peças vintage e únicas. Peças que podem funcionar em vários espaços. Nós mudamos as coisas de sítio com regularidade e parece sempre funcionar. Para terminar, é a sua casa. Não se preocupe com o que os outros pensam.

 

Também gosto de combinar objetos de cores contrastantes. Por exemplo, uma jarra vintage azul forte com um vaso amarelo-mostarda. Também misturo formas e tamanhos. Se tenho uma vela de 4 pavios, ao lado ponho um candelabro dourado alto. As plantas também são um ótimo recurso em qualquer divisão. Só não se esqueça de as manter com vida!”

 

Siga a Lisa no Instagram @lisapotterdixon