Siga as sugestões de um profissional, coma de forma inteligente

Comer é uma necessidade, mas comer de forma inteligente é uma arte.

Francois de la Rochefoucauld

Comer de forma inteligente é uma arte. Todos nós temos de encontrar um equilíbrio entre movimento e nutrição. Neste artigo, vou explicar a minha ideia e os meus conhecimentos sobre saúde e oferecer algumas dicas para o ajudar a melhorar os seus hábitos alimentares e manter este importante equilíbrio.

 

Sinta-se bem na sua pele

Uma coisa importante que aprendi é que podemos obter resultados sem impor restrições extremas a nós próprios. Por natureza, sou uma pessoa feliz e enérgica, e isto deve-se parcialmente ao facto de ter bons hábitos alimentares e de estar sempre consciente do que como. Acredito que todos temos o direito de saber porque comemos e qual a melhor maneira de o fazer. Toda merecemos sentirmo-nos bem na nossa pele. É por isso que quero partilhar consigo os seguintes conselhos.

 

Coma o que gosta

Em princípio, podemos comer o que quisermos desde que saibamos quanto pode comer e porquê. Todos deveríamos ter melhores conhecimentos sobre nutrição porque quanto mais sabemos, melhor conseguimos cuidar do nosso corpo. Quanto melhor cuidarmos do nosso corpo, melhor nos sentimos.

No meu livro não ofereço uma dieta, mas sim melhores conhecimentos sobre padrões alimentares. Tenho em consideração o valor nutricional e o número de calorias das refeições, e assim qualquer pessoa pode começar a tentar encontrar o equilíbrio certo para si própria.

 

Todos nós somos diferentes

Somos nós que decidimos quanto exercício fazemos e quanto comemos, e isto aplica-se igualmente aos nossos objetivos específicos.

Analise de forma crítica os seus padrões alimentares e a quantidade de exercício que faz num determinado dia. Pergunte a si mesmo se tem consciência de quantas calorias queima em relação ao que come. Saber isso é meio caminho andado, porque:

Se comer mais calorias do que as que queima, aumentará de peso.

Se comer menos calorias do que as que queima, perderá peso.

 

 

Os alimentos como fonte de energia

Deve deixar de lado as grandes refeições com muitas calorias e passar a fazer refeições mais leves com menos calorias. Um bom pequeno-almoço é importante porque lhe fornece energia para o resto do dia.

Se é fanático do desporto, também aconselho sempre a comer uma refeição rica em hidratos de carbono 2 a 3 horas antes de começar. Isto porque o nosso corpo apenas começa a usar os hidratos de carbono até 2,5 a 3 horas depois de os termos consumido, e eles são o principal combustível para o organismo. Se seguir esta regra, terá sempre energia suficiente durante o treino e conseguirá queimar esses hidratos de carbono de forma eficaz. Se isso não for possível, coma uma banana ou beba uma bebida energética 30 a 45 minutos antes do treino para que o organismo tenha alguns açúcares para queimar.

 

Saiba mais sobre a nutrição

Aprenda mais sobre hidratos de carbono, proteínas, fibras, gorduras, vitaminas e minerais. Como funcionam? Que quantidade necessita por dia? Se o souber, poderá escolher os alimentos que lhe oferecem a nutrição adequada que necessita e poderá então criar as suas próprias refeições saborosas e equilibradas.

 

Mexa-se

Tente movimentar-se o mais possível. Vá de bicicleta para o trabalho em vez de apanhar o elétrico. Vá a pé até ao supermercado em vez de ir de carro. Faça um esforço consciente para fazer uma caminhada de 1 hora pelo menos duas vezes por semana. Isto não só consome calorias: o seu corpo foi feito para se movimentar e quando o faz está também a relaxar a sua mente.

 

Não uma dieta, mas sim um estilo de vida

Faço exercício a sério há mais de 10 anos e durante esse período tentei todas as "dietas" imagináveis. Desde comer apenas uma vez por dia, até comer muito pouco e fazer muito mais exercício que o normal: eu experimentei tudo. Tinha excesso de peso em criança e comia muito porque não me sentia feliz comigo próprio. É por isso que gosto muito de falar com jovens sobre nutrição e explicar-lhes como é possível manter um bom equilíbrio.

Não considere o seu novo padrão alimentar como uma dieta; este é um dos maiores erros que podemos fazer. Seguir uma dieta durante algum tempo, conseguir os resultados desejados e voltar ao início - todos nós já passámos por isto. É uma perda de tempo. Reserve algum tempo para conhecer o seu organismo e as suas necessidades e decida depois qual o padrão que vai conseguir manter a longo prazo.

 

É tudo uma questão de equilíbrio

É você quem decide sobre o seu equilíbrio. Investir tempo em si mesmo é o mais importante. E isto também se aplica à alimentação e ao exercício. Imagine que pode comer comida deliciosa, fazer a quantidade certa de exercício e ainda beber um copo de vinho de vez em quando sem sentimentos de culpa. É a isso que chamo desfrutar a vida.

 

Dê atenção ao seu corpo

Após algumas semanas de alimentação e exercício conscientes, começará a ver e a sentir os resultados. Notará que se sente mais relaxado em termos de corpo e espírito e poderá então decidir o que quer comer e quando o quer fazer. Este conhecimento vai dar-lhe uma paz de espírito que poderá converter em energia positiva.