Deixe que o frio seja uma mais-valia para a sua saúde com estes rituais para aquecer

Embora algumas pessoas adorem o inverno, a maior parte de nós não pode esperar que os meses de inverno cheguem ao fim e que venha a primavera. Mas as baixas temperaturas podem ser benéficas para a saúde. Desde duches frios à crioterapia, passando pelo método Wim Hof, descubra como usar o frio a seu favor com práticas e rotinas que aquecem o corpo a partir do interior.

 

Nos dias frios, só nos apetece vestir roupa quente, ligar o aquecimento e ficar em casa. Mas sabia que passar mais tempo ao frio não é má ideia? Até pode tornar-nos mais saudáveis.

 

O frio pode ajudar a queimar calorias, por exemplo. O corpo trabalha mais para manter a temperatura, acelerando o metabolismo. Os estudos demonstram que o corpo se adapta ao frio aumentando as células gordas que produzem calor, conhecidas como “tecido adiposo castanho”. Enquanto o tecido adiposo branco armazena calorias, o castanho queima-as para produzir calor. Graças a esse milagre do tecido adiposo castanho, o frio pode transformar-se num exercício saudável por si só.

 

Duches frios

Os cientistas estão a descobrir cada vez mais evidências de que um duche frio ou nadar em águas frias estimula o sistema imunitário. Os escandinavos já há muito tempo que o sabem. Não é sem motivo que se lançam à fria neve do norte depois de uma sessão de sauna, pois a exposição repentina à água fria ativa o sistema nervoso e aumenta os níveis de endorfinas e de adrenalina. Isto energiza o corpo e proporciona-lhe uma boa sensação geral, que pode durar o dia inteiro. Pode até ajudar a combater alguns tipos graves de depressão.

 

O método Wim Hof

O especialista holandês em bem-estar, Wim Hof, também conhecido como Homem de Gelo, desenvolveu um método de bem-estar baseado nos benefícios para a saúde da exposição às baixas temperaturas: o método Wim Hof. Muitas vezes, diz-se que tem capacidades supra-humanas, pois sobe montanhas geladas em calções e corre maratonas nos gelados desertos árticos descalço. Através de treinos e do ensino de técnicas de respiração especiais, também ensina outras pessoas a aguentar o frio. Segundo Wim Hof, isso não só ajuda a manter um equilíbrio saudável entre o corpo e a mente, mas também ajuda a melhorar a concentração.

 

Crioterapia

Outra tendência da exposição ao frio que está a ganhar popularidade é a crioterapia. A crioterapia envolve uma exposição de três minutos ao frio extremo, com temperatura entre os -100 e os -140 graus Celsius. Durante esses três minutos, as terminações nervosas da pele alertam o cérebro de que o corpo está em perigo crítico. Isso aumenta imediatamente o fluxo sanguíneo no centro do corpo, para manter os órgãos vitais quentes, o que faz que o sangue que volta para o resto do corpo seja rico em oxigénio. O corpo também envia hormonas e enzimas para a corrente sanguínea. Expor o corpo a três minutos de frio extremo tem, então, como resultado um enriquecimento do fluxo sanguíneo, um estímulo para o metabolismo e uma desintoxicação e recuperação do corpo.

 

Rituais orientais para aquecer

Se experimentar tomar duches frios, o método Wim Hof ou a crioterapia, vai-se aperceber de que o seu corpo vai aprender a adaptar-se ao frio aquecendo-se a si próprio. Mas as seguintes tradições e rituais orientais ensinam-nos a manter o corpo quente a partir do interior.

 

1. Princípios alimentares ayurvédicos para manter o calor

O Ayurveda proporciona excelentes recomendações no que diz respeito aos efeitos de calor e de frio dos alimentos. Curiosamente, esses efeitos não têm nada a ver com a temperatura da comida em si. Trata-se dos ingredientes adequados. Por exemplo, comer brócolos, espinafres e feijão ajuda o corpo a manter-se quente. Outros excelentes alimentos para aquecer são os legumes de raiz, como as cenouras, os rábanos e as batatas, bem como frutos como a maçã, a laranja e a manga. Se lhe apetece uma bebida quente mas não tem vontade de tomar chá nem café, experimente uma destas bebidas ayurvédicas.

 

2. Faça da massagem a seco o seu novo ritual matinal

A massagem a seco, ou garshana, faz parte da tradição ayurvédica. Só demora três a cinco minutos, mas incluí-la no seu ritual matinal vai energizar o seu corpo e fazer com que se sinta revitalizado(a) o dia inteiro. A massagem a seco estimula o sistema linfático, que é uma parte importante do sistema imunitário.

 

3. Pratique ioga para produzir calor a partir do interior

O tempo frio pode provocar rigidez muscular, mas uma boa sessão de ioga vai soltar o seu corpo e reduzir a tensão muscular e das articulações. O ioga é bom para a circulação sanguínea, proporciona-lhe um estímulo de energia e produz calor a partir do interior. Também ajuda a conseguir uma boa noite de sono, o que é fundamental para manter o calor, afinal, todos conhecemos aquela sensação de frio quando nos sentimos cansados. Comece o dia com esta sessão de ioga, deixe a energia fluir e verá que o seu corpo vai lidar muito melhor com o frio.