Eis Como Fazer Amigos para a Vida

De acordo com estudos realizados, a amizade é um dos fatores mais importantes para se viver uma vida feliz. E, todavia, essas mesmas amizades também podem causar muitos problemas. Pode sentir-se posto(a) à margem ou ser incompreendido(a), existirem diferenças de opiniões ou ver-se no meio de desentendimentos e intrigas. Às vezes isto é apenas uma parte do nosso percurso, mas há muitas coisas que pode fazer para manter o estatuto de melhor amigo(a) e investir nas suas amizades.

 

Apresentamos algumas formas óbvias e outras não tão óbvias para fortalecer o vínculo com os seus amigos.

 

1. Atreva-se a estar sozinho(a)

Isto pode parecer uma dica muito estranha para um artigo sobre a amizade, mas se estiver bem consigo mesmo(a), isso significa que não vai ver as suas amizades apenas como uma forma de não se sentir sozinho(a) ou desamparado(a). Não se vai contentar com pouco e só vai fazer amizades com pessoas que considerar verdadeiramente especiais. Ser capaz de estar sozinho(a) dá-lhe força para estar ao lado dos seus amigos quando estes precisam de si e isso fortalece os vínculos de amizade. Além disso, quando está sozinho(a) apercebe-se daquilo que é mais importante para si, e isso dá-lhe tempo para recarregar.

 

2. Aceite as imperfeições

Tem expetativas elevadas em relação a si mesmo(a) e aos seus amigos. Mas às vezes é necessário baixar um pouco a fasquia para si mesmo(a), e o mesmo se aplica aos seus amigos. Se aceitar as imperfeições de alguém, provavelmente irá sentir-se muito mais próximo(a) dessa pessoa do que se estiver constantemente a reparar nos seus defeitos. E se mostrar vulnerabilidade, esta será apreciada e irá fortalecer o vínculo entre ambos(as).

 

3. Esteja presente

Na era da comunicação digital, passam-se facilmente semanas ou meses sem que veja os seus amigos. Às vezes é inevitável, como por exemplo quando estão a viver no estrangeiro. Mas se não for o caso, tente verdadeiramente encontrar tempo para se encontrarem. E quando estiverem juntos, ouça-os verdadeiramente. Não olhe para o seu telemóvel, nem que por breves instantes: coloque-o em silêncio e tente ouvir atentamente sem se deixar distrair com os seus pensamentos.

 

4. Não se prenda em sentimentos de rancor

alguém depois de algo terrível acontecer. Isto poderá ser verdadeiramente terrível se tiver deixado questões por resolver com essa pessoa. Então faça isso o quanto antes: não se prenda em sentimentos de rancor e perdoe os erros dos outros. Requer um pouco de coragem, mas irá notar que poderão tornar-se mais próximos. Talvez esta meditação possa ajudar.

 

5. Seja atencioso

Estamos todos sempre ocupados, e naqueles momentos em que não conseguimos estar fisicamente presentes, podemos estar presentes de outras formas. Envie uma nota espontânea ou um artigo que ache que o seu amigo poderá gostar, ou mesmo um livro ou filme que ambos gostam e sobre o qual poderão falar da próxima vez que se virem.

 

6. Respeite as diferenças

Especialmente no panorama político atual, as diferenças de opinião sobre política podem levar a discussões ou causar um afastamento. Mas não tem que ser assim e também é pena não existirem estas diferenças porque quem quer realmente ter um grupo de amigos que só dizem sim? Não acha que é mais interessante ter relações próximas com pessoas que têm opiniões diferentes das nossas? A fim de manter uma boa amizade, é importante que aquilo que é dito não seja considerado como algo que lhe é dirigido pessoalmente. Procure ser aberto às opiniões dos outros, aprender uns com os outros, e se os ânimos estiverem altos, aceitar a discordância.

 

7. Determine se está a dar, a receber, ou se é uma combinação das duas coisas

Ninguém fica amigo num dia. A amizade precisa de ser construída e depende da interação que se tem com os outros. E essa interação, por sua vez, também depende do seu tipo de personalidade. É uma pessoa que está sempre a dar de si, que se preocupa com todos e que está muito pouco virada para si mesma? Ou é mais o oposto e pensa constantemente naquilo que pode retirar das suas relações, sem retribuir? Ou sabe encontrar o equilíbrio perfeito das duas coisas? Reflita sobre isto e adapte-se conforme for necessário, porque as amizades implicam sempre dar e receber.

 

Esperamos que estas dicas sejam úteis para aprofundar as suas relações de amizade ou para construir novas amizades. Com a aproximação da época natalícia, em particular, é importante estar com as pessoas que gosta e saber abrir o seu coração a quem lhe é querido