Dia da Mulher: 3 mulheres que revolucionam o wellness

Este mês, celebramos as mulheres que estão a mudar o mundo do wellness para melhor. Falámos com três empreendedoras que contribuem para ajudar as mulheres a integrar o wellness na sua vida, tanto no trabalho, nas viagens como na saúde.

 

Millana Snow, Fundadora do Wellness Official

 

Millana Snow, Fundadora do Wellness Official.

 

Quem é?

Residente em Los Angeles, Millana Snow é uma ex-modelo que agora se dedica a fazer curas com energia e que criou o Wellness Official, uma comunidade e mercado de wellness onde as pessoas podem reservar aulas de ioga, de reiki e de meditação.

 

Fale-nos do Wellness Official…

O Wellness Official está a democratizar o wellness proporcionando a praticantes holísticos as ferramentas de que precisam para aumentar as suas atividades com reservas online e um perfil online das suas sessões e eventos privados que também podem ser reservados.

 

O que é que o wellness signifca para si?

A saúde e o wellness são coisas muito pessoais. Para mim, significam que estou equilibrada e alinhada com o meu estado natural de vitalidade enérgica, tanto na mente, como no corpo e na alma. Isso também significa que essas três partes de mim estão interligadas e a trabalhar em harmonia.

 

Quais acha que são os aspetos ou pilares mais importantes do wellness?

Há muitos e podem depender de cada pessoa. Acho que um elemento fundamental é o sono: dormimos 1/3 da nossa vida e o sono tem um efeito profundo no nosso bem-estar, mas ainda assim, raramente cultivamos uma rotina de sono saudável.

 

Faz trabalhos de respiração e curas de energia; o que é que ambos envolvem?

Ensino a minha abordagem à respiração em três partes e, nos últimos anos, combinei esse trabalho com as curas de energia, que se focam em abrir e equilibrar o sistema de chakras. Em conjunto, estas duas ferramentas tendem a explorar a profundidade do inconsciente, onde guardamos os traumas, os desejos e os sonhos.

 

Quais são as suas formas favoritas de manter a saúde do corpo e da mente?

Adoro os spas coreanos! Nos dias de trabalho, vou com frequência para ir ao banho turco e à sauna. Sou fã do ioga quente há muitos anos, desde que comecei a praticá-lo quando trabalhava como modelo, em Nova Iorque. Pratico exercícios de respiração e também uma nova técnica de processamento do trauma e do stress, que criei para libertar a energia difícil.

 

As melhores dicas de wellness da Millana:

  • Nunca subestime o poder de uma caminhada longa! Sente algum tipo de confusão ou bloqueio? Faça uma caminhada longa e supere esses sentimentos! 

  • A meditação não tem de ser algo bonito e silencioso; se dedicar uns momentos do seu dia a observar a loucura e a agitação que vai na sua mente, isso também é meditar!

  • Compre uma máscara de olhos e elimine completamente a luz do seu quarto para dormir 8 horas de sono. Não subestime o poder do sono: quando começar a levá-lo a sério, vai mudar a sua vida!

 

Dawn Simone, fundadora da Elle Voyage

 

Dawn Simone, fundadora da Elle Voyage

 

Quem é?

Dawn Simone fundou a Elle Voyage para mulheres que querem ir de férias mas não têm com quem viajar. A Elle Voyage permite às mulheres relaxar e desfrutar de novas aventuras na companhia de viajantes com os mesmos interesses, por todo o mundo.

 

Fale-nos da Elle Voyage…

A ideia para a Elle Voyage surgiu quando eu estava à procura de uma viagem para mim. Queria ir de férias com um grupo de mulheres que se focasse em experiências únicas e locais, mas a única coisa que encontrei foram retiros de ioga, caminhadas e férias gastronómicas. E pensei que se eu estava à procura de algo um pouco diferente, certamente haveria outras mulheres que queriam o mesmo.

 

Identificou uma lacuna e viu que a Elle Voyage era necessária no mercado?

Exatamente. As mulheres querem apoiar outras mulheres tanto a nível profissional como pessoal e acho que a Elle Voyage dá às mulheres a oportunidade de combinar ambas as vertentes ao mesmo tempo que se divertem, fazem novas amizades e descobrem recantos do mundo que talvez nunca pudessem ver.

 

Quais acha que são os aspetos ou pilares mais importantes do wellness?

Cuidarmos de nós é realmente o segredo do wellness. Se não formos uma prioridade para nós, as outras partes da vida vão certamente sofrer as consequências. Acho que todos sabemos o que “deveríamos” fazer, mas pôr de lado esse “deveríamos” e descobrir o que nos faz sentir bem é fundamental. Somos todos diferentes, não há uma forma correta de fazer as coisas, cada pessoa tem de encontrar aquela que a faz sentir-se bem.

 

Como vê a evolução do mundo do wellness nos próximos anos?

Acho que cada vez mais pessoas se estão a aperceber da importância da saúde e estão a optar por alimentos de origem vegetal em vez dos alimentos processados que parecem ter-se apoderado dos supermercados. Também acho que as pessoas se estão a aperceber de que precisam de se abstrair do dia a dia, pelo que as férias e os retiros de wellness se vão tornar cada vez mais populares.

 

As melhores dicas de wellness da Dawn:

  • Encontre um tipo de exercício de que goste de fazer, seja passear o cão, jogar ténis, fazer aulas de ioga, nadar ou simplesmente dançar na sala da sua casa.

  • Tente comer mais alimentos de origem vegetal: vai sentir-se com mais energia e reduzir o consumo de alimentos processados e com açúcar.

  • Não tenha medo de ser quem é, com todas as suas peculiaridades, será mais feliz!

 

Kate Pljaskovova (left) Clare Sutcliffe (right)

 

Clare Sutcliffe, cofundadora da She Wins

 

Quem é?

Fundada por Clare Sutcliffe e Kate Pljaskovova, a She Wins tem como objetivo eliminar a diferença de salários entre homens e mulheres nas próximas gerações. Através de cursos online, workshops e eventos, ajudam as mulheres a saber negociar o seu valor, oferecendo simultaneamente serviços de consultoria e de auditoria cultural a empresas.

 

Fale-nos da She Wins.

Começámos a She Wins quando nos apercebemos de que as mulheres têm muito mais dificuldades do que os homens em defender-se e negociar o valor do seu trabalho e que as empresas muitas vezes têm processos de contratação e promoção tendenciosos que beneficiam os homens relativamente às mulheres. A nossa missão é ajudar as mulheres a ganhar aquilo que merecem e ensinar as empresas a valorizar as mulheres e a pagar-lhes de forma justa. Fazemo-lo através de workshops e cursos online para mulheres e trabalhando diretamente com empresas, ajudando-as a alterar os processos. Também estamos a tentar ver como a tecnologia nos pode ajudar nestes desafios. 

 

Porque é que acha que gera tanto stress às mulheres (e aos homens) negociar uma promoção e um aumento?

O nosso salário está relacionado com o nosso valor no mercado e pode ser muito difícil separá-lo da nossa valia como pessoas. As mulheres, em particular, têm dificuldade em fazê-lo porque a sociedade não espera que as mulheres negoceiem por si próprias. Têm de se enfrentar a uma reação negativa por parte da outra pessoa (seja ela uma mulher ou um homem) e ficam a sentir-se egoístas e insistentes.

 

Acha que sentirmo-nos mais confiantes no trabalho pode ter um efeito em outras áreas da vida?

Quando sentimos que temos sucesso no trabalho, isso ajuda-nos a sentirmo-nos mais confiantes e a arriscar outros desafios na vida, ou simplesmente a sentirmo-nos mais felizes e equilibrados. Uma forma de nos sentirmos mais confiantes no trabalho é identificar os nossos talentos e pontos fortes, o que nos ajuda também a encontrar novas oportunidades nas quais nos podemos distinguir.

 

Quais são as suas formas favoritas de manter a saúde do corpo e da mente?

Ambas temos formas diferentes de cuidar do corpo e da mente. A Kate adora o Crossfit, que pratica quatro vezes por semana, e gosta de viajar com frequência e ver sítios novos. Por outro lado, eu gosto de fazer ioga e recentemente juntei-me a um coro; dizem que cantar num grupo é bom para o estado de espírito e que também constitui uma prática meditativa.

 

As melhores dicas da Clare para negociar no trabalho:

  • Preparar-se bem para uma negociação é o segredo para se sentir confiante. Quanto mais souber acerca do que está a pedir e da pessoa com a qual está a negociar, mais preparada estará para uma negociação bem-sucedida.

  • Consiga um(a) parceiro(a) de negociação. Pode discutir com ele(a) os detalhes da negociação e contar-lhe o que vai pedir para que a façam sentir confiante.

  • Tente estar calma e otimista quando a negociação começar para ter mais probabilidades de ser bem-sucedida, uma vez que o stress passa de um lado a outro e torna o processo muito mais difícil.

Tenha em conta que estas entrevistas foram editadas e condensadas por motivos de extensão e clareza.

 

 

Amy Lawrenson

Amy Lawrenson

Amy Lawrenson é editora de beleza do Reino Unido, com mais de 13 anos de experiência a escrever para revistas e sites, incluindo ELLE, Grazia, Women's Health e Byrdie. Ela tem um grande interesse em todas as coisas sobre beleza e bem-estar, especialmente cuidados de rosto porque quem não quer uma pele radiante?